Notícias

10/03/2017
GUY PEIXOTO É O NOVO PRESIDENTE DA CBB

Foto: Divulgação / CBB
img
Guy Peixoto (presidente), Manoel Castro (vice), Marta Sobral, Moyses Blás, Edvar Simões, Miguel Angelo, Amaury Paos, Iziane Marques e Antonio Carlos Barbosa
Rio de Janeiro – O ex-jogador da Seleção Brasileira, Guy Rodrigues Peixoto Junior, é o novo presidente da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) para o quadriênio 2017-2021. A eleição foi realizada nesta sexta-feira (dia 10), no auditório do Comitê Olímpico do Brasil (COB), e Guy Peixoto teve 17 votos contra nove do candidato Amarildo Rosa e uma abstenção. O ex-presidente da entidade, Carlos Nunes, assumiu a entidade em maio de 2009 em substituição à Gerasime Grego Bozikis.

“É uma responsabilidade que vocês estão me dando. Daqui pra frente seremos um time só. Podem contar com essa presidência para o que for preciso porque a porta da CBB está aberta para todos. Agradeço o voto de confiança dos presidentes de federações e afirmo que vocês são verdadeiros heróis por fazerem basquete em seus estados. Precisamos ajudar e dar apoio para cada uma das 27 federações para que tenham as verdadeiras condições de fazer basquete. Vamos administrar a CBB para todos os seguimentos do basquete”, afirmou Guy.

O novo presidente da CBB fez questão de destacar a necessidade de resgatar os verdadeiros ídolos do basquete.

“Nossos ex-jogadores que fizeram a história do basquete merecem uma estátua por tudo que representam. Eles são as nossas verdadeiras e eternas glórias. Temos que levantar uma estátua para cada um deles. Daqui por diante vamos recolocar o basquete brasileiro no seu devido lugar e nos Jogos Olímpicos de 2024 iremos buscar a medalha olímpica”, destacou.

E, o primeiro compromisso oficial de Guy Peixoto como presidente da CBB será a reunião com a diretoria da Federação Internacional de Basketball (FIBA). O encontro está agendado para o próximo dia 17 de março, na Suíça.

“Vamos anunciar o plano de 100 dias, ou seja, um conjunto de ações emergenciais que julgamos essenciais para o nosso início de trabalho. Alguns dos itens mais importantes são: retirar a suspensão imposta a CBB; reativar os Campeonatos Brasileiros de Base de Seleções Estaduais Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Sub-19; implementar o Centro de Treinamento de Excelência para as seleções de Base e Adulta; dar transparência total às informações financeiras, administrativas e técnicas da Confederação; implementar a universidade do basquetebol para atender a todos os segmentos da modalidade (técnica, arbitragem, saúde do esporte, gestores esportivos, atletas e ex-atletas) e criar o Conselho de Notáveis”, finalizou Guy.

O presidente da ABASU, Gerasime Grego Bozikis, fez questão de destacar o novo momento do basquete brasileiro.

“É um momento de muita alegria para o basquete brasileiro. Além da posse do nosso amigo Guy, temos a presença de pessoas que deram a sua vida para o basquete brasileiro com cestas, assistências e rebotes. Nominando como sempre o nosso ídolo e bicampeão mundial Amaury Pasos, quero cumprimentar todos vocês. Para vencermos esse momento que estamos passando já demos o primeiro passo que foi eleger o Guy Peixoto, disposto e se emocionando pelo basquete e que já defendeu a seleção brasileira. O segundo passo é com os presidentes de federações. Ao voltarem para seus estados trabalhem muito mais do que já trabalharam até agora. Vocês podem ter certeza que a CBB vai ajudá-los. O que o Brasil precisa é de trabalho, seriedade e competência. E vocês têm”, afirmou Grego.

Entre os ídolos do basquete estavam presentes os ex-jogadores Amaury Pasos, Moysés Blás, Marcos Abdalla Leite (Marquinhos), Milton Setrini Jr (Carioquinha), Marcel de Souza, Israel Machado, Edvar Simões, Jorge Guerra (Guerrinha), Ricardo Guimarães (Cadum), Gerson Victalino, Marta Sobral e Iziane Marques, além dos técnicos Antonio Carlos Barbosa e Miguel Ângelo da Luz. .

CHAPA TRANSPARÊNCIA

Presidente: Guy Rodrigues Peixoto Junior
Vice-Presidente: Manoel Cid Lorenzo Costa Castro

Conselho Fiscal
Membros Efetivos: Carllos Mauricio Carpez Ettinger, Hugo José dos Santos Teixeira e Paulo Sergio Paula Rego
Suplentes: José Manuel Silva de Brito, Rodrigo Donato Oliveira e Carlos Eduardo Carvalho Montorfano

Voto a voto

Chapa Transparência (17 votos)
Acre – Alagoas – Amapá – Amazonas – Ceará – Distrito Federal – Espírito Santo – Goiás – Maranhão – Mato Grosso – Mato Grosso do Sul – Minas Gerais – Pará – Paraíba – Rondônia – Roraima e Associação de Atletas Profissionais de Basquetebol

Chapa Bola na Cesta (9 votos)
Bahia – Paraná – Pernambuco – Piauí – Rio de Janeiro – Rio Grande do Sul – Santa Catarina – São Paulo – Sergipe

Abstenção do Rio Grande do Norte