Notícias

21/01/2016
AUDITOR IRÁ ENTREGAR RELATÓRIO PARA PRESIDENTE DO STJD

Foto: Divulgação / CBB
img
Dr. Paulo Valed Perry é entrevistado pela jornalista Carol Fontes, do Globoesporte.com
Rio de Janeiro, RJ – “Na verdade as pessoas convocadas estariam vindo para prestar esclarecimentos sobre os fatos que estão em discursão. Ninguém está sendo a princípio acusado de nada. Era apenas para colaborar com a justiça para apurarmos se realmente houve uma infração nesses casos todos”, explicou o auditor do STJD do Basquete, Paulo Valed Perry.

“Eu aceitei as justificativas apresentadas e no momento não há risco de ninguém ser denunciado porque não compareceu a essa oitiva (depoimento). Eu vou analisar as ausências dos depoentes e juntamente com as provas que tenho nos autos para fazer um relatório. O mesmo será encaminhado no para o presidente do STJD no próximo dia 27 (quarta-feira)”, completou.

O STJD convocou as atletas Gilmara e Joice (Americana/Corinthians), Adrianinha, Tati Pacheco e Tainá Paixão (América de Recife) e Jaqueline e Tássia (Santo André), além do Diretor Técnico da CBB, Vanderlei Mazzuchini, o técnico da Seleção Brasileira Adulta Feminina, Antonio Carlos Barbosa, e o Diretor do Americana/Corinthians, Ricardo Molina.

O auditor aproveitou para explicar que o STJD de cada esporte não tem nenhuma ligação com as Confederações.

“O STJD é de acordo com a lei. Ele não tem nenhum vínculo com as Confederações, mas as Confederações são obrigadas a fazer a manutenção do STJD. A CBF faz a manutenção do STJD dela, o basquete e assim todos os esportes. Mas existe uma autonomia total desse tribunal e a Confederação”, finalizou.