Imprensa

20/05/2012 - Marcus Vinicius Toledo dos Reis

img
Medalha de ouro no Pan-Americano do Rio de Janeiro, em 2007, Marcus Vinícius está de volta à Seleção Brasileira. O ala, que atua no basquete espanhol há oito anos e já até troca algumas palavras do português pelo espanhol, tenta ficar no grupo do técnico Gustavo De Conti que disputará o 45º Campeonato Sul-Americano. Os planos desse paulista da Zona Leste são ambiciosos: quer estar nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Confira abaixo a entrevista concedida ao site da CBB e conheça um pouco mais dessa fera de 26 anos.

Como o basquete entrou na sua vida?

Minha mãe foi jogadora e eu ia muito assistir aos jogos dela. Nos intervalos e ficava batendo bola com os amigos e um dia um árbitro me indicou para a escolinha do Monte Líbano. Meu irmão mais velho, Douglas, também me incentivava a brincar com uma bola de basquete. Com seis anos, já estava na escolinha do Monte Líbano e com 17 anos fui convidado para jogar na Espanha.
img

Você já esteve numa seleção com seu irmão. Como foi?

Meu irmão Douglas é meu ídolo. Ele que me incentivou, me colocou na quadra, e me deu a primeira bola. Foi o Douglas também que me deu a primeira cravada na cabeça. Por causa dele demos um momento de muito orgulho para minha mãe quando jogamos juntos na Seleção Brasileira Sub-19. Eu tinha 18 anos e o Douglas tinha 19 anos. Foi na Copa América, no Canadá, e o técnico era o Guerrinha. Ter saído com ele na foto foi maravilhoso.

O Douglas continuou na carreira como jogador de basquete?

Ele jogou na última temporada pelo Caxias do Sul, na Copa Sul, mas infelizmente a equipe dele não se classificou para a Super Copa Brasil. Agora ele está trabalhando, voltou a estudar e parece que vai seguir a vida apenas jogando por lazer.

Como foi sua adaptação na Espanha?

Foi fácil. Logo fui conhecendo os brasileiros que também estavam jogando lá, alguns já conhecia e tinha jogado junto em seleções. Cheguei a jogar com o Rafael Hettsheimeir dois anos na equipe de Lleida (ESP).

A equipe que você jogou nesta temporada, o Ford Burgos, fez a segunda melhor campanha da fase regular. Mas caíram no primeiro playoff contra o 9º colocado (Caceres). Como foi isso?

Muito triste. Com esse tipo de resultado, já dá para imaginar como é equilibrado a LEB Ouro e a ACB. Infelizmente, perdemos nosso armador na véspera do playoff e acabamos eliminados pelo Caceres.
img

Como você analisa a Liga Nacional do Brasil e a da Espanha?

Na Espanha já existe uma Liga há mais tempo. Tudo está no seu lugar, bem organizada e funcionando muito bem com acesso e descenso. A Liga do Brasil está crescendo e se organizando. Falo com amigos que jogam aqui e falam maravilhas e quem sabe em breve teremos uma ótima Liga.

Você está sem contrato na Espanha, já pensa em voltar para o Brasil?

Sou um profissional de basquete. Vou para onde me convidarem e se der para acertar o contrato. Espero continuar na Espanha, mas se vier um bom convite do Brasil, estou pronto para negociar.

Ao que você acha que se dá esse seu retorno para Seleção Brasileira?

Estou fazendo meu melhor para ser lembrado nas seleções do Brasil. Adquiri uma experiência muito boa na Espanha e estar na seleção é ótimo. Aqui ninguém é mais que o outro e temos que fazer sempre o nosso melhor em favor do coletivo.
img

Você estava na conquista da medalha de Ouro no Pan do Rio em 2007, quais são suas as lembranças?

Foi uma sensação muito boa. Éramos um grupo muito legal e unido. Ganhar o ouro no Rio, junto da torcida brasileira que lotou o ginásio, foi maravilhoso. Depois que saí do Brasil, essa foi a primeira seleção principal que estive. Fiquei muito feliz de ajudar a levantar esse título tão importante.
img

Durante os treinos comandados pelo Gustavo De Conti, você acaba sendo observado por Rubén Magnano. Como é isso para você?

É uma experiência maravilhosa, ele está participando ativamente dos treinos, explica e mostra a todos o que precisa melhorar. Ele está conhecendo pessoalmente a todos do grupo. Agora é treinar e dar cem por cento em cada treino e ficar na equipe será apenas um detalhe.

Perfil

Nome: Marcus Vinícius Urban Toledo dos Reis Local de nascimento: São Paulo (Capital) Data: 10/07/1986 Altura : 2,03m Posição: ala (3) Clubes que defendeu: Monte Líbano, A Hebraica, Unicaja, Lleida, Valls, Tarragona, Manresa (ACB) e Burgos Principais resultados pelas seleções brasileiras: Pan-Americano de 2007 (medalha de ouro); Seleção Brasileira Adulta (campeão Sul-Americano na Venezuela); Copa América Sub-19 (4ª lugar no Canadá); Seleção Brasileira Sub-16 (campeão Sul-Americano).