Imprensa

04/05/2012 - Raul Togni Neto

img
Aquele velho ditado que filho de peixe, peixinho é, poucas vezes consegue ser aplicado no esporte com sucesso. Mas na família Togni fugiu à regra natural. Raul Togni Filho foi um ótimo armador e fez parte de uma geração muito boa no basquete de Minas Gerais, inclusive conquistando um título juvenil brasileiro derrotando São Paulo e Rio de Janeiro. Jogou também em grandes equipes do basquete brasileiro, como Minas Tênis, Flamengo, Franca, Corinthians, COC/Ribeirão e encerrou a carreira em Bauru. Hoje, o filho Raul Neto, ou Raulzinho, segue os passos do pai. E ainda vai mais longe: aos 19 anos joga na segunda maior Liga do mundo, a ACB, a Liga Espanhola de Basquete, onde defende o Lagun Aro. Raulzinho projeta sonhos maiores que é disputar uma Olimpíada com a camisa da Seleção Brasileira.

.

Bastante elogiado pelo técnico da Seleção Brasileira, Rubén Magnano, que vem recebendo vídeos e informações sobre as atuações de Raulzinho na Espanha, o jovem jogador não esconde a esperança de ser convocado. Se for chamado, quer brigar por um lugar na equipe que irá a Londres. O jovem armador fez parte do grupo que conquistou a vaga para as olimpíadas de Londres, depois de 16 anos de ausência do basquete masculino brasileiro. Aos 18 anos, fez parte também da equipe que disputou o Campeonato Mundial, em 2010.
img

.

Na Espanha, desde o mês de agosto do ano passado, Raulzinho vem fazendo sucesso com ótimas atuações. No dia 30 de outubro, meses depois que chegou à Espanha, foi dono de uma das jogadas mais bonitas da rodada da ACB, imagem que rodou o mundo pela internet, quando foi para o ataque contra a Gran Canaria, passou por vários adversários, passou por baixo do aro e fez uma bandeja de costas. Ainda tímido por não falar corretamente o espanhol, Raulzinho vem mostrando uma grande evolução, além disso, tem sido muito elogiado pelo técnico Sito Alonzo, seu treinador no Lagun Aro. Há mais de três anos, desde suas primeiras participações nas seleções de base da CBB, Raul Neto vem sendo apontado como o futuro armador da Seleção Brasileira, ao lado de outras promessas como Rafael Luz, outro que atua no basquete da Espanha. A experiência de atuar no basquete espanhol faz com que a jovem revelação do Minas Tênis Clube se torne uma realidade eminente.

Como está sendo a experiência de jogar na segunda maior Liga de Basquete do Mundo, que é a ACB?

Para mim está sendo ótimo. Ter a oportunidade de ter uma experiência de jogar em um nível altíssimo e treinar com um técnico (Sito Alonzo) que procura me ensinar bastante, está sendo muito bom.

Qual é o acréscimo técnico que você acentua que ganhou jogando na Espanha?

O basquete na Espanha é diferente do jogado no Brasil. Aqui é muito mais intenso o jogo todo e tem que pensar muito para jogar, principalmente o armador. Acho que isso tem me ajudado a melhorar meu conceito de armador em todos os sentidos.
img

A convocação de Ruben Magnano, técnico da seleção olímpica, sairá em breve. Você espera estar entre os convocados?

Com toda certeza. Acho que não só eu mais também todos os jogadores brasileiros sonham com isso.

O que você achou da naturalização de Larry Taylor? Acredita que com isso a disputa da vaga da armação vá ser mais acirrada?

Fiquei muito contente com a naturalização do Larry. Tive a oportunidade de treinar com ele no ano passado e sei que ele é um grande jogador, além de ótima pessoa, mas na minha cabeça não muda nada. Se eu for convocado vou dar o meu máximo nos treinamentos e tentar aprender a cada dia com os mais experientes. Meu objetivo é conseguir um lugar no grupo de jogadores que irá para as Olimpíadas.

O técnico Rubén Magnano tem recebido vídeos e muitas informações sobre a ACB e tem elogiado muito as suas atuações.

Sempre é bom receber elogios.
img

Raul Filho, seu pai, foi um ótimo armador, além disso, também foi seu técnico. O que ele tem passado para você?

Ele sempre me passou muitos ensinamentos, mas isso aconteceu muito mais depois que virou meu técnico. Ele [Raul Togni Filho] e minha mãe [Cláudia] estiveram aqui em San Sebastián para acompanhar alguns jogos, o primeiro playoff e me dar uma força. Sempre é bom a presença familiar quando se está longe do seu país.

Você jogava em Belo Horizonte (MG) e morava com os pais. De uma hora para outra foi para a Espanha. Como foi essa troca repentina?

Foi realmente um choque cultural, claro. Aqui na Espanha é tudo diferente da vida que tinha no Brasil.
img

O que mais sentiu falta, especialmente nos primeiros meses na Espanha?

Acho que a vida social foi o mais difícil, principalmente no começo porque eu não sabia muito bem o espanhol e tinha dificuldades de me comunicar com as pessoas. Agora acho que já to acostumado com a vida aqui e estou gostando muito.

Você já está há nove meses em San Sebastian, que é um polo turístico na Europa, além disso, está famoso. Já deu para arrumar uma namorada espanhola ou deixou alguma no Brasil?

Por enquanto, estou sem namorada aqui e nem em Belo Horizonte.
img

PERFIL DO ATLETA

<B>Nome: </b>Raul Togni Neto <B>Posição: </b>armador (1) <B>Altura: </b>1,84m <B>Data de nascimento: </b>19 de maio de 1992 <B>Naturalidade: </b>Belo Horizonte (MG) <B>Clube Atual: </b> Lagun Aro (Espanha) <B>Clubes que já defendeu: </b> Colégio Arnaldo e Minas Tênis <B>Nome do pai: </b> Raul Togni Filho <B>Nome da mãe: </b> Cláudia Rodrigues Leal Togni