Imprensa

03/08/2009 - Leandro Mateus Barbosa

img
Leandro Mateus Barbosa, o Leandrinho, começou sua carreira aos 17 anos quando disputou o Campeonato Paulista (1999) pelo Palmeiras, na época dirigido pelo técnico Lula Ferreira. Em janeiro de 2001 se transferiu para o Tilibra/Bauru do técnico Guerrinha. Foi a partir deste momento que o ala/armador começou a ter destaque nacional. No ano seguinte foi campeão brasileiro pelo Bauru e disputou o Campeonato Mundial de Indianápolis. Em 2003 foi selecionado no draft da NBA na vigésima oitava posição pela equipe do San Antonio Spurs. Numa transação na hora da escolha, acabou indo para o Phoenix Suns, equipe em que atua até hoje e foi eleito o melhor sexto homem da temporada 2006/07. No último sábado, Leandrinho e a seleção brasileira conquistaram o título invicto do Torneio Super Four Eletrobrás, disputado no Maracanãzinho. Os próximos desafios estão marcados para Porto Rico: a Copa Tuto Marchand (18 a 20) e a Copa América (26 a 6 de setembro), que classifica quatro países para o Campeonato Mundial da Turquia, em 2010.

Super Four Eletrobrás no Maracanãzinho

Voltar a jogar com o apoio da torcida brasileira é maravilhoso. Estamos treinando com o objetivo de ser campeões da Copa América e garantir o Brasil pela décima sexta vez no Campeonato Mundial. O Torneio Eletrobrás vai ser uma ótima oportunidade para colocarmos em prática o que estamos treinando e observar dois dos nossos adversários, Argentina e Uruguai. Conto com a torcida do Rio para incentivar a seleção.
img

Quais as chances do Brasil na Copa América?

Será uma competição muito difícil. São dez países brigando por quatro vagas. Além do Brasil acredito que Argentina, Porto Rico, República Dominicana e México são os adversários mais fortes. Mas temos um bom time e tanto jogadores quanto comissão técnica estão em busca do mesmo objetivo: o título e a vaga para o Campeonato Mundial da Turquia, em 2010. Temos também que ressaltar excelente o trabalho do técnico Moncho Monsalve.

O que dizer dos resultados nos últimos anos?

A gente não pode comparar com os outros países. Estão faltando resultados, mas estamos no caminho certo. Começando pela Copa América, nós vamos voltar a ter bons resultados. Acredito muito no potencial dos jogadores brasileiros e no trabalho da comissão técnica.

Olimpíada de Londres 2012.

Jogar uma Olimpíada é um sonho que tenho. Vou trabalhar muito forte e com certeza estarei em Londres 2012. Até chegar lá temos uma longa caminhada e algumas competições classificatórias. É bom lembrar que são 213 países brigando por apenas 12 vagas.
img

O que significa ter sido o primeiro brasileiro a receber um prêmio individual na NBA?

O prêmio foi muito importante para mim (eleito o melhor sexto homem da temporada 2006/07). Trabalhei muito para ganhá-lo e todos do time me ajudaram bastante. A cada ano estou mais empenhado em fazer o melhor.

E o Suns para a próxima temporada?

Infelizmente ficamos de fora dos playoffs no último campeonato por uma série de fatores e isso serviu de lição. Apesar da equipe ter perdido o Shaquille O`Neal, ainda assim temos condições de fazer uma boa temporada 2009/2010. Acredito que o time vai jogar diferente, vai ser mais rápido. Além disso, estou mais experiente e tenho certeza que irei contribuir muito para alcançarmos nossos objetivos.

Fale um pouco sobre Steve Nash.

É um dos meus melhores amigos fora da quadra. Ele sempre me ajudou desde que cheguei e continua me ajudando. Houve a chance de uma transferência para outra equipe, mas o Nash me pediu para ficar e eu aceitei. Ele é um dos melhores armadores do mundo. Tem uma visão de jogo incrível e consegue fazer o time todo jogar.
img

Como foi o Leandrinho Basketball Camp?

Sinto-me a pessoa mais feliz do mundo em ter dado essa oportunidade e participar ao lado dessa garotada. Não tive uma chance dessa quando criança, e agora tenho essa chance de ensinar, brincar e conversar com eles. O que tiver que fazer para ajudar eu vou fazer. Vai dar tudo certo. Tive convites para realizar um trabalho desse tipo nos Estados Unidos, onde são muito comuns esses eventos. Mas tenho que começar no país onde fui criado.

Novo comando do basquete brasileiro.

Senti uma força muito positiva no trabalho do novo presidente da CBB (Confederação Brasileira de Basketball), Carlos Nunes, e no consultor de marketing da entidade, José Carlos Brunoro. Eles têm bons planos e um projeto real para reerguer o nosso basquete. Tenho certeza de que vão conseguir.
img

E a emoção de ser pai?

É uma alegria que não dá para explicar. É completamente diferente de tudo que já aconteceu na minha vida. Desde o momento em que a minha esposa Samara disse que estava grávida até o nascimento da Alícia (25 de junho) comecei a imaginar uma porção de coisas que podiam acontecer. Finalmente chegou o dia. E você tá ali olhando para aquela criança tão pequenina e indefesa e sabe que ela é sua filha. Vou curtir muito o meu primeiro Dia dos Pais (9 de agosto) e todos os dias que estiver ao lado da minha família.

Deixe uma mensagem para os iniciantes no basquete.

O que sempre disse para mim desde o início da minha carreira: viver sonhos e objetivos. Passei por muitas coisas boas e outras ruins. Mas nunca desisti, nunca desanimei. Você tem que acreditar em você, trabalhar e treinar muito todos os dias. Subir degrau a degrau. É fundamental buscar sempre uma meta independente das barreiras que possam aparecer.