Imprensa

06/03/2001 - Alex Ribeiro

img
Aos 21 anos, completados no último domingo (dia 4), Alex Ribeiro Garcia faz parte do grupo dos novos talentos que vêm despontando no Campeonato Nacional. Esse paulista de Orlandia é ala da equipe do COC/Ribeirão Preto, que faz uma excelente campanha. Até a décima rodada liderava a competição, ao lado do Uberlândia, com apenas uma derrota em dez jogos. Nessa conversa com os internautas, Alex fala de sua carreira e do atual momento de sua equipe.

Como e quando você começou a jogar basquete?

Quando criança, não gostava de basquete, sempre preferi futebol, mas o meu irmão mais velho Eduardo, jogava e me levou um dia para ver como era. Comecei assim, com 11 anos. Fui me apaixonando pelo esporte e não consegui mais largar.
img

Qual a sua maior qualidade técnica e que fundamento ainda precisa melhorar?

Meu ponto forte é o contra-ataque, sempre trabalhei para ser veloz e eficiente nesse fundamento. Além disso, tenho muita garra, e força de vontade. Agora o que eu estou trabalhando para aperfeiçoar é o domínio de bola, para ser mais eficiente e útil na armação das jogadas do meu time.

O COC/Ribeirão é a surpresa do campeonato?

Acho que não é surpresa, é evolução. Estamos colhendo os frutos do trabalho que o clube vem desenvolvendo há muito tempo. A nossa equipe vem crescendo desde o Paulista e, com isso, o nosso jogo vem melhorando. Adquirimos o que estava faltando, que era regularidade, aprendemos a decidir e ganhar as partidas. A receita é união e muita motivação para alcançarmos o nosso objetivo, que é chegar aos playoffs.
img

O que esperar do COC daqui para frente?

Ainda mais vontade e disposição. A tendência é melhorar jogo a jogo, buscando cada vez mais regularidade na competição. Os adversários devem ter muito cuidado pois o COC está empenhado em dar trabalho.

Qual sua análise do Nacional?

A competição está sendo marcada pelo equilíbrio e o alto nível técnico. Os placares são altos e apertados. Quem ganha é o público, que assiste a partidas emocionantes. Acho que Vasco, Uberlândia, Flamengo, Botafogo e Franca são as grandes forças, junto com o Ribeirão, é claro. A nossa equipe vem mostrando que tem potencial para disputar as primeiras colocações.
img

Qual o melhor jogador que você já viu em quadra?

No Brasil, sem dúvida, Oscar é o melhor. A precisão nos arremessos, mais a sua garra e a disposição, fazem dele um jogador inigualável. Outra unanimidade é o Michel Jordan, rápido, inteligente e fenomenal.

Que mensagem você deixa para os iniciantes no basquete?

Para vencer no esporte, é preciso ter muita força de vontade, ser bastante disciplinado e dedicado. Caso contrário, não se consegue chegar muito longe.