Imprensa

06/08/2007 - Tiago Splitter

img
Aos 22 anos, Tiago Splitter é mais um brasileiro na NBA. O pivô foi selecionado pelo Sun Antonio Spurs na primeira rodada do draft 2007, mas ainda deve cumprir seu contrato com a equipe espanhola do Tau Cerâmica. Por isso, Tiago fará sua estréia na Liga Americana na temporada 2008/2009. Há sete anos jogando na Espanha, o jogador catarinense é um destaques da seleção brasileira que está treinando rumo ao Pré-Olímpico das Américas, que será disputado de 22 de agosto a 9 de setembro, em Las Vegas. Nas categorias de base, Tiago foi vice campeão sul-americano cadete (Chile/1999) e vice-campeão sul-americano sub-22 (Uruguai/2000). Pela equipe adulta foi campeão sul-americano (Uruguai/2003), medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo (2003) e campeão da Copa América (República Dominicana/2005).
img

Quais as chances do Brasil no Pré-Olímpico de Las Vegas?

As nossas expectativas são ótimas. Temos talento, experiência e força de vontade para conquistar essa tão sonhada vaga para a Olimpíada de Pequim. Acho que temos boas chances de consegui-las. Não será fácil, pois os adversários são fortíssimos, como Estados Unidos, Argentina, Porto Rico e Canadá. É uma competição que teremos que jogar bem todas as partidas para garantir a nossa classificação.

E o que esperar da equipe do Brasil na competição?

Muita luta e dedicação. O grupo que foi ao Pan mostrou um basquete moderno, coletivo e com muita disciplina tática. Eu e todos os outros que chegamos depois temos que continuar com essa filosofia, contribuir para a equipe render ainda mais e dar ao Brasil a alegria de voltar a disputar uma Olimpíada.
img

E como foi a temporada este ano no Tau Cerâmica?

Alcançamos bons resultados, apesar de alguns problemas na temporada, onde tivemos três técnicos diferentes. Conseguimos mais uma vez disputar o Final Four na Euroliga, o que é uma conquista fantástica, pois se trata de uma competição de altíssimo nível técnico. No Campeonato Espanhol, perdemos na semifinal para o Barcelona, mas a temporada foi extremamente positiva.

E a sua participação no time?

Acho que este ano tive mais oportunidade de jogar, especialmente no ataque, e ajudar a equipe. Atuei ao lado de um pivô extraordinário, o argentino Luis Scola, e fui ganhando mais responsabilidade.
img

Como vê o seu desenvolvimento dentro e fora das quadras nesses seis anos morando na Espanha?

Pessoalmente, amadureci muito e bem rápido. Fui para a Espanha muito jovem, com apenas quinze anos e tive que aprender a me virar sozinho e viver em um país diferente. Foi difícil no começo, mas muito enriquecedor. Tecnicamente jogar na Europa me fez ganhar uma vivência incrível, convivendo com atletas mais experientes em um time de ponta.

As suas atuações, tanto no Tau Ceramica como na seleção, são sempre muito elogiadas. A que se deve essa regularidade?

Acredito que meu sucesso se deve a trabalho e dedicação. Tenho consciência de que não sou um pivô espetacular, que pontua muito e se destaca individualmente. Trabalho para ajudar a equipe no que precisar, fazendo meu “arroz com feijão”. Procuro colaborar bastante na defesa, usar minha altura para buscar os rebotes etc.

Como é a sua rotina na Espanha? O que gosta de fazer fora das quadras de basquete?

Basicamente treinar, comer e dormir. O ritmo de treinamento é bastante puxado e quase não sobra tempo para outras coisas que não estejam relacionadas ao basquete. Nos raros momentos de folga, me distraio vendo televisão ou conversando na internet. Às vezes me reúno com amigos brasileiros para comer um churrasquinho e ouvir música.
img

Do que sente mais falta do Brasil?

Da família, claro. A gente até se acostuma a morar sozinho, mas sempre sente saudade da família, por melhor adaptado que esteja ao país. Eu adoro a Espanha. Tive sorte em vir para um lugar onde é mais fácil se adaptar ao clima, ao idioma e a comida que, aliás, é ótima.

A NBA finalmente contará com Tiago Splitter na temporada 2008/2009. Qual a sua expectativa?

A minha ficha ainda não caiu totalmente. Tenho um contrato garantido com o Sun Antonio Spurs, mas fico no Tau Ceramica por mais um ano. Chegar à NBA é a meta de qualquer jogador de basquete e eu finalmente consegui. É um sonho realizado mas, por enquanto, tenho que fixar meu pensamento na minha atuação no Tau e na seleção brasileira.
img

E os planos para 2008, na sua última temporada no Tau Ceramica?

Meu objetivo é trabalhar e melhorar ainda mais. Com a ida do Scola para a NBA, minha responsabilidade no time será ainda maior. Mas acho que estou preparado para a tarefa. Fiz boas atuações quando Scola estava machucado e estou disposto a fazer o meu melhor Treino com dedicação para jogar sempre o máximo que puder e ajudar meu clube.

Como você define o pivô Tiago Splitter?

Jogando basquete, sou um cara extremamente sério e compenetrado. Estou sempre disposto a fazer o melhor possível e ajudar a minha equipe a vencer. Fora das quadras, sou mais descontraído e engraçado.